Afinal de contas, pra que serve o Chromebook?

1 Comment
Google Chromebook

Não é um Netbook!

Esta semana, durante a Google I/O, foi anunciado o Chromebook, o “webbook” do Google. Este anúncio descreve o produto de forma bem divertida:

Comercial do Chromebook

O que é o Chromebook? Netbook com Chrome, pelo mesmo preço?

O Chromebook será lançado em parceria com a Samsung e a Acer, em 15 de Junho, nos EUA, e o preço inicial sugerido (para o modelo da Acer) será de US$ 350,00. Vamos supor que chegasse no Brasil exatamente pelo mesmo preço, sem impostos: 350 x 1,60 = R$ 560,00. O modelo da Samsung custará US$ 430, ou seja, R$ 688,00.

Por menos que isso, compra-se um Netbook da Samsung (apenas para manter a comparação), aqui no Brasil, já com impostos (lembre-se, os R$ 688 acima são uma mera simulação, sem taxas) que vem com o Windows 7 Starter:

Netbook Samsung N150 Atom N450 (1.66GHz) 1GB 160GB 10.1″ Windows 7 Starter WiFi WebCam Preto

Aí abrimos qualquer Netbook com o Google Chrome nele, e temos o Chromebook… ou será que não?

Quais as vantagens do Chromebook, afinal?

Chromebook x Netbook

A pergunta central deste post é: Afinal de contas, para que serve um “whatchmacallit” que apenas “abre o Chrome e acessa a Web”? Nós já não armazenamos tudo na nuvem através dos nossos Netbooks, Smartphones e iPads, pelo mesmo preço (ou mais barato), e ainda podendo realizar diversas outras funções?

Os promotores do Chromebook alegam a vantagem de poder ligar e usar o dispositivo em apenas 8 segundos. Ora, mas o Notebook Shark (de novo, da Samsung. Hmmm…) que comentamos aqui em post anterior também faz isso — e com Windows.

Outros alegam que o ChromeOS será muito mais estável, por estar integrado ao Chromebook, reproduzindo a experiência do iOS em hardware Apple. Pode ser. Porque, convenhamos, o Chrome de fato é bastante instável no Windows. Mas o Windows 7 em si não é instável. Na verdade, desde o Windows XP que os boatos sobre a tela azul são bastante exagerados. Vários de nossos clientes possuem acima de 100 computadores com Windows 7 rodando sem ao menos reinicializar, por semanas a fio.

Nossa opinião: O Chromebook está chegando muito tarde. Os tablets já vêm eclipsando as vendas de Netbooks, tanto como objeto de desejo, como em praticidade (exceto, naturalmente, para quem usa o dispositivo primariamente para escrever) por que com o Chromebook seria diferente? Portanto, no mercado de Netbooks, quem ainda preferir tela e teclado, provavelmente optará pelo Netbook com Windows por uma questão de preço e maior potencial de uso. Afinal de contas, não consegui encontrar um diferencial significativo do Chromebook para um Netbook comum.

Não é simples coincidência terem lançado o Angry Birds para Chrome junto com o anúncio do Chromebook…

Chromebook x iPad (Tablets)

Já contra os Tablets, o Chromebook tem a seu favor o Android Market, e aí sim, o preço. Mas o Chromebook não é tablet, por que estamos comparando isso então? Porque apesar de ser um netbook, ele é visivelmente desenhado para o mesmo perfil de usuário de tablet, ie, acesso predominante a Web (O Chromebook também virá com versões 3G, inclusive), livros/publicações e entretenimento.

Resta saber o impacto que terá no mercado, e se mais novidades serão anunciadas até lá.

Finalizando, se tem alguém que pode nos trazer um produto inovador, é o Google. O único problema é que a Apple tem feito  isso muito melhor…

Mais sobre o Chromebook no site oficial

Ah, você quer o Angry Birds para Chrome? Pode baixar aqui