Controle de acesso por impressão digital não é caro nem complexo

No Comments

Controle de acesso por impressão digital não é caro nem complexo

A primeira impressão é a que clica

Gerenciar o acesso a computadores em uma empresa é um desafio real para empresas de todo porte, mas especialmente para aquelas com grande número de desktops e alta rotatividade de funcionários.

E se você pudesse solucionar toda a complexidade de acesso de seus funcionários na ponta dos dedos?

Impressão digital: Já explorou seu potencial?

A impressão digital humana é considerada uma das melhores senhas de acesso existentes. Não é à toa que é usada em documentos de toda sorte e importância para identificação inequívoca de indivíduos. Além disso, ela está ao alcance de todos (literalmente!). Restava apenas uma maneira prática, eficiente  e acessível para empregá-la.

Conheça o Teclado Lenovo Fingerprint USB

É aí que entra o Teclado Lenovo Fingerprint. Anteriormente disponível somente na versão americana, ele agora pode ser adquirido no layout ABNT padrão. E seu custo é bastante atraente, considerando-se que não é um mero teclado, mas substitui, com eficiência e simplicidade, diversas outras soluções complexas de gerenciamento de acesso avançado (Tokens, Cartões, etc).

O funcionamento é bastante simples: O teclado USB emprega um leitor de impressões digitais e softwares de cadastramento e leitura compatíveis com Windows, e funciona com qualquer computador que atenda estes requisitos. Opcionalmente (mas somente em alguns computadores da própria Lenovo) ele pode ser integrado também com o IBM Embedded Security Subsystem (através do IBM Client Security, incluído), para nível avançado de segurança.

Seja qual for sua opção, o primeiro passo consiste em registrar a impressão digital do administrador do desktop, para garantir o acesso do mesmo, independente do usuário. Em seguida, basta registrar o(s) usuário(s) do desktop com o leitor disponível no teclado. Isso é feito deslizando a ponta do dedo escolhido no software no próprio leitor.

A partir do momento em que isso é feito, o acesso ao Windows estará travado somente para aquelas digitais. O usuário que desejar acessar o computador simplesmente desliza novamente o dedo no leitor — não é necessário sequer digitar senha, no nível mais simples de segurança. Com o IBM Client Security, pode-se investir ainda mais em checagens adicionais.

A Biometria como aliada do administrador de sistemas

Quem já adotou soluções de biometria para controle de ponto (por exemplo) sabe que este tipo de acesso resolve outros problemas administrativos de segurança, como o usuário que esquece o token (fica difícil esquecer a mão em casa) e o acesso de um usuário com a senha ou cartão de outro (isto sempre será possível em qualquer sistema, mas com a biometria, não há como o usuário sustentar que “roubaram seu dedo” — se o sistema foi acessado, ele estava presente) e o próprio custo de um token ou cartão. Além disso, no nível mais simples, elimina-se a necessidade de gerar senhas para usuários — a impressão digital é única, e nem o próprio administrador pode simulá-la, mesmo que tenha acesso a ela.

Gerencie acesso a aplicativos também

Além da praticidade de se deslizar um dedo para acessar o desktop, o controle de acesso por impressão digital pode ser usado para gerenciar senhas de todos os aplicativos do desktop, inclusive em sites que exigem login, aplicativos de ERP, etc… Funciona tal e qual um Gerenciador de Senhas (Password Manager) tradicional, mas integrado ao sistema.

Para mais detalhes sobre o Teclado Lenovo Fingerprint, consulte o site da MicroSafe!