Empreendedorismo com Final Fantasy

No Comments

O que a série de RPG’s Final Fantasy me ensinou sobre negócios e empreendedorismo?

MicroSafe Final Fantasy XIII

+10 STR +7 INT +99 WOW!

O que aprendi em negócios e empreendedorismo com o jogo de RPG Final Fantasy?

  • A coisa mais importante do mundo é a experiência;
  • A segunda é o trabalho em equipe;
  • E a terceira é ter uma equipe com diversas especializações diferentes (Vendas, Marketing, Expedição, Fogo, Terra, Ataque, Defesa, Cura…);

Final Fantasy é, talvez, a série de RPG’s (Role Playing Games), single-player, mais famosa, em videogames, que existe (Em MMORPG’s niguém bate World of Warcraft, claro). Não é fácil jogar RPG, nem rápido, porque é necessário construir, equipar e investir na evolução de seus personagens desde o início do jogo, e além da missão principal, geralmente existem várias missões paralelas que facilmente podem lhe tomar… meses de jogo!

Entretanto, é o tipo de atividade lúdica que todo jovem com espírito empreendedor definitivamente deveria tentar, pois, sem qualquer exagero, habilidades conquistadas em RPG, como a formação de equipes, a seleção de personagens e estratégias adequadas para cada cenário de missão, compra e venda de produtos, tudo isso pode ter um paralelo fantástico com a vida real. Alguns jogos, inclusive, já incluem decisões éticas que afetam o desenrolar de seus enredos, e penso que, se usados adequadamente, podem ser ótimas ferramentas para psicólogos. Isto sem falar no desenvolvimento cognitivo, linguístico e até mesmo social de vários jogos.

Videogames já fazem parte da cultura de desenvolvimento de pelo menos duas gerações, e já passou da hora de considerá-los apenas como “joguinhos”. É uma indústria que hoje fatura e emprega mais que a do cinema! Tenho filhos de 14 e 13 anos que aprenderam mais sobre inglês e japonês com jogos, do que com os cursos em que estão matriculados, pelo puro interesse que eles despertam.

Play the game!

 

Final Fantasy XIII Trailer:

Em em 31/01/2012, Final Fantasy XIII-2!