Invista em memórias na compra de um servidor

2 Comments

Um simples pente de memória extra pode ser o investimento de melhor retorno que você pode fazer, ao comprar um servidor de rede de qualquer marca.

O custo é baixo, e o retorno em performance é excelente.

Mas, especificamente no caso de equipamentos de marcas conceituadas como HP, IBM, entre outras, muitas empresas não atentam para outro fator importantíssimo na sua decisão de compra: A longevidade destes equipamentos.

Um servidor de boa qualidade pode atender à uma empresa, literalmente, por anos à fio — e mesmo quando há necessidade de substituí-lo, ele pode ser escalado para tarefas menores, como Servidor de Backup, eMail, etc…

Entretanto, seus componentes adicionais não ficam disponíveis para compra no mercado por muito tempo. Em nossa experiência, qualquer componente de servidor (memória, disco rígido, placa controladora, etc), assim como quase tudo em TI, tende a ser retirado do mercado e substituído por sua versão mais atual em menos de um ano.

Sendo assim, frequentemente vemos clientes procurando memórias para servidores já descontinuados, mas ainda em perfeito funcionamento. E aí, vale a lei de oferta e procura: Estas memórias geralmente são caras, difíceis de encontrar, e pior, tomarão um tempo valioso do seu profissional de TI em adquiri-las.

Apenas o gasto em procurement mencionado acima já indica que a melhor decisão, quando se trata de servidores, é investir em memória extra no momento da compra. Nunca atrapalha, sempre melhora, e não dói no bolso. O mesmo quase sempre vale para discos rígidos e outros componentes.

Tenha em mente o seguinte critério ao comprar memórias extras para seu Servidor:

  • Os servidores têm capacidades pré-definidas de slots para aceitar pentes de memória (Alguns modelos podem ter esta capacidade expandida com a adição de um segundo processsador). Leia a especificação do servidor no momento da compra;
  • Memórias de menor capacidade ocupam um slot. Memórias de maior capacidade, também (Muitas precisam ser instaladas aos pares, mas o ponto é o mesmo). Portanto, ao adquirir memória extra no momento da compra, planeje sua capacidade de expansão no futuro;
  • Vamos dar um exemplo: Se um servidor aceita no máximo 16GB de memória, e possui 4 slots livres, a única maneira de alcançar esta capacidade de 16GB seria com 4 pentes de 4GB. Mas se você adquirir 4 pentes de 2GB junto com o servidor (totalizando apenas 8GB, portanto), estará eliminando a capacidade de expansão do servidor de imediato. Neste ponto, se os valores não fizessem muita diferença, seria mais interessante adquirir o servidor com 2 pentes de 4GB, obtendo então os mesmos 8GB, e ainda deixando 2 slots livres para expansão futura;
  • Este “futuro”, no entanto, não pode demorar a chegar! Planeje no máximo para 6 meses depois da compra do servidor;

Apesar de servidores básicos de fabricantes conceituados custarem menos de R$ 2.000,00 (Valores da data deste post), os modelos de médio a grande porte podem facilmente ultrapassar os R$ 100.000,00. Neste último caso então, o argumento aqui colocado triplica de importância.

Memória de servidor é igual à nossa: Só vale enquanto se tem.