Samsung RV415 de segunda geração com plataforma AMD Fusion

56 Comments

A segunda geração do Samsung RV415 emplaca o conceito da tecnologia AMD Fusion

MicroSafe: Samsung RV415 NP-RV415-AD2BR, o "Nãotbook"

Samsung RV415, o notebook com crise de identidade

 

UPDATE 07/04/2012: Perguntas mais frequentes sobre o RV415

Desde sua publicação, este post sobre o RV415 tem sido um dos mais populares do Blog entre os posts sobre produtos (o segundo é sobre as Plotters e o terceiro, sobre a Epson L200).  O interessante é que este post foi publicado sobre a segunda geração do RV415, e o mesmo atualmente já está na terceira geração, que descrevemos abaixo.

Por isso, identificamos nos comentários as dúvidas mais frequentes dos leitores e resumimos aqui, logo no começo do post original. Esperamos que você encontre o que procura aqui. E se encontrar, não deixe de curtir e compartilhar o post com quem precisa de ajuda!

Tópicos:

  • Novas gerações do RV415,
  • Trocar o Windows Starter do RV415 pelo Windows Ultimate realmente o deixa mais rápido?
  • Como corrigir o brilho do RV415
  • Onde encontrar os drivers e suporte para o RV415

Novas gerações do RV415

Como prova de sua popularidade, o RV415 atualmente se encontra em sua terceira geração (Abril/2012), mantendo as mesmas características que o consagraram: um notebook de ótimo custo/benefício (abaixo de R$ 999), surpreendentemente poderoso pelo seu preço (principalmente na parte gráfica, como explica o post e comprovam os comentários abaixo). Na geração atual, ganhou um disco de 500GB e um acabamento mais refinado, em prata (confira as fotos ampliadas).

Trocar o Windows Starter do RV415 pelo Windows Ultimate realmente o deixa mais rápido?

Muita gente compra o RV415, que vem com o Widnows Starter, e troca pelo Windows Ultimate, sob a alegação de que isso melhora absurdamente a performance do RV415. Talvez sim, talvez não, mas não há nada de científico nisso. Vamos explicar:

Todo computador de marca sofre de um problema de performance que denominamos “crapware”. Crapware é aquele conjunto de programas que vêm pré-instalados no Windows, pelo fabricante do computador. E invariavelmente, os fabricantes fazem muitas escolhas ruins na seleção destes programas, que, eles sim, acabam por deixar seu computador mais lento. Isso porque o aplicativo em si é “pesado” (ou seja, ocupa muita memória ao ser executado, o que prejudica a performance do computador como um todo).

Por isso, você simplesmente reinstalando o Windows – pela mesma versão que veio, inclusive – é uma maneira prática de se livrar de tudo isso. Como se criou um folclore em torno do Windows Ultimate ser mais rápido do que o Windows “normal”, as pessoas acabavam reinstalando esta versão. Na verdade, o que deixa tudo mais rápido não é o Ultimate, ou Professional, e sim, a remoção do crapware (e de quebra, algumas decisões de configuração do fabricante, que normalmente, são muito conservadoras, priorizando segurança no lugar de performance) que obviamente acaba sendo feita durante a reinstalação do Windows “do zero”.

Não esqueça, porém, de instalar um antivírus qualquer assim que terminar. Existem várias opções gratuitas, e dentre as pagas, recomendamos os russos amalucados da Kaspersky.

Como corrigir o brilho e outros problemas do RV415 após a reinstalação do Windows

Após a reinstalação acima mencionada, muitos clientes reclamam de problemas em controlar o brilho do RV415. Esse é o problema mais comum nos comentários abaixo, entre outros menores. Isso acontece porque, quando o Windows é instalado, ele obviamente elimina  todo o conteúdo do seu disco rígido, e com ele, as configurações feitas pelo fabricante. Ainda por cima, o Windows 7 instala configurações padrão (através de drivers genéricos) . Para poder voltar a ter controle total do seu notebook, com a máxima performance possível, é necessário complementar sua instalação do Windows com os drivers específicos da Samsung para o RV415

Onde encontrar os drivers e suporte para o RV415

A página abaixo lista vários drivers para o RV415, mas a melhor dica é baixar apenas o Samsung  Update Plus. Ao baixar e instalar este programa da própria Samsung, ele mesmo se encarrega de baixar tudo que seu computador precisa para ficar atualizado. Isso lhe restaurará o acesso apenas aos programas de controle da configuração do notebook, sem o crapware que vinha junto da instalação original, permitindo então ajustar o brilho, conexões da internet, entre outros parâmetros:

http://www.samsung.com/br/support/usefulsoftware/supportUsefulSwNotebook.do

[FIM DO UPDATE]

Agora, de volta ao post original:

Não é netboook, mas tem preço de um. Não é notebook, mas tem desempenho gráfico de um.  Assim é o Samsung RV415 (NP-RV415-AD2BR originalmente, atualmente NP-RV415-BD2BR) de segunda geração que integra a nova tecnologia AMD Fusion, que já falamos aqui.

Todo o hype em torno da tecnologia AMD Fusion é difícil de ser analisado friamente. Mas olhando de uma ótica puramente capitalista: A Intel, desde sua linha Core de processadores, passou a integrar o processador gráfico na arquitetura de suas CPU’s. A resposta da AMD, claro, foi inventar um novo conceito em processadores, a APU (Unidade de Processamento Acelerada, em português), que em teoria, seria o equivalente à plataforma Core da Intel, mas ainda mais avançada, pois uniria o processador gráfico (GPU) e a CPU em um mesmo chip. E ainda por cima, economizaria bateria. Restou saber se na prática funcionaria assim.

O que daria pontos extras para a AMD em sua investida seria o fato dela ter adquirido a ATI, fabricante de placas gráficas que dominava o mercado, antes de bater de frente com a NVIDIA. Como os processadores gráficos da Intel nunca foram dignos de nota, depois do anúncio da tecnologia Fusion, a expectativa era que a união dos bons processadores AMD, com a excelente tecnologia em gráficos da ATI – que foi batizada de “Vision”, para este projeto – pudesse realmente criar algo de diferente no mercado.

Bem, realmente criou, tanto que quase ninguém entende o que “Vision”, “Fusion” e “APU” signifcam… Por isso aproveitamos que recebemos o Samsung RV415 para explicar, sem firulas: A tecnologia Fusion nada mais é que a união da tecnologia Vision (GPU) com uma CPU da AMD, no mesmo processador. Logo, processadores que possuem GPU + CPU integradas no mesmo chip foram batizadas de APU’s pela AMD. É isso.

O produto que descrevemos neste post já é a segunda geração do Samsung RV415 (a maior diferença aparente é o HD, que era de 320GB, e agora é de 500GB — Sinal que a primeira geração fez sucess0 — e o partnumber, que passou para NP-RV415-AD2BR). Ele continua usando a APU AMD Dual Core E-350 da primeira geração.

A grande surpresa foi que o Samsung RV415, ainda em sua primeira geração, entregou demais de um lado, e moderadamente de outro. Explicando: Ele é um processador apenas decente para tarefas do dia a dia (mas melhor que o de um Netbook), mas é excelente para desempenho gráfico! Encontramos relatos em um fórum do excelente Clube do Hardware de usuários utilizando o RV415 para jogos em alta definição (!!)

Como pode um processador ser tão bom em gráficos, e pecar no desempenho diário? Os mesmos relatos acima indicam que a substituição do Windows 7 Starter que acompanha o modelo pelo Windows 7 Home Premium, e a consequente atualização de drivers melhora significativamente a performance do RV415. Mas pra nós, a explicação é mais prosaica: A ATI já foi líder, e seu DNA fica evidente no projeto, agora.

O Samsung RV415 é o primeiro modelo de notebook (Netbook? “Nãotbook”?) que vemos emplacar, de fato, a tecnologia Fusion na prática. O que é melhor é que ela demonstra grande potencial para crescimento. Basta, ironicamente,  a AMD trabalhar mais o próprio lado dela…!